(11) 3493-4082 e (11) 95655-8983 waldomiro@waldomirofilho.com
Escolha uma Página
MARKETING E VENDAS SÃO A MESMA COISA?

MARKETING E VENDAS SÃO A MESMA COISA?

Pensar que Marketing e Vendas são a mesma coisa é bastante comum porque possuem o mesmo objetivo, que é lidar com as necessidades do consumidor.

Entender as necessidades é um dos focos do Marketing; resolver os problemas do consumidor é um dos focos de Vendas. Este é o motivo porque Marketing e Vendas não são a mesma coisa.

Note que se não caminharem juntos, independentemente do tamanho da sua empresa, faltarão subsídios para que tanto o Departamento de Marketing quanto o de Vendas consigam cumprir seus objetivos.

Quando bem alinhados, ao contrário, geram oportunidades incríveis de crescimento da Empresa, mantendo-a viva no curto, médio e longo prazo.

Mas a principal função do Marketing é justamente é trabalhar as ações que antecedem a venda, atraindo a atenção de potenciais clientes e gerando neles o interesse pela sua marca, produto ou serviço.

E Vendas, onde entra nisso?

Vendas está mais no dia-a-dia, lidando com o cliente, atendendo-o e oferecendo soluções para as necessidades ou problemas que o Marketing mapeou e criando este relacionamento com o cliente para que o mesmo se sinta confortável em comprar ou contratá-lo.

Por isso que Marketing e Vendas não andam e não podem andar separados, pois ambos geram subsídios de um para com o outro.

Então qual é a maior diferença entre Marketing e Vendas?

Basicamente, o Marketing é quem planeja as ações de divulgação, promove os produtos ou serviços da empresa, entre outras características, mas a principal delas é:

ENTENDER O MERCADO PELO PONTO DE VISTA DO CONSUMIDOR…

E não apenas pela visão que a Empresa possui ao seu próprio respeito e sobre os seus produtos.

E isso se dá através da segmentação de mercado, de como será o seu posicionamento e também através do plano de marketing.

Todos estes estudos resultam em ações de marketing com os mais diversos objetivos, para atrair e reter os potenciais clientes e isto se faz com campanhas publicitárias, divulgação em diversos canais, principalmente nas Redes Sociais e criação de relacionamento antes e depois da venda

Veja também: “Lidando com seus Concorrentes”

Mas sempre o objetivo do Marketing será gerar NOVAS VENDAS

Vendas possui uma visão mais instantânea do negócio, pois seus resultados acontecem no presente, mesmo que alguns negócios demorem um pouco para serem concretizados.

O Marketing tem sempre uma visão de futuro, pensando qual o caminho que levará a empresa para os seus objetivos, Vendas, como citado, tem uma rotina mais ligada ao dia-a-dia.

Mas não há como SÓ pensar no futuro ou SÓ viver no presente.

Daí o fato de que Marketing e Vendas devem caminhar juntos, pois suas ações conjuntas é que trarão resultados mais interessantes para empresa, pensando sempre na manutenção dos negócios do curto ao longo prazo. É preciso pensar nos dois – presente e futuro – para que a Empresa obtenha sucesso.

Mas será que a VENDA acontece sem NENHUM investimento em MARKETING?

SIM, é possível vender sem investir em Marketing, mas lhe garanto uma coisa: esta tarefa será muito, muito árdua e pouco produtiva. 

Porque o Marketing, como comentamos anteriormente, prepara o terreno para Vendas e com isso facilita o trabalho da sua equipe comercial, gerando inclusive subsídios para que o comprador tome a decisão mais rápido e principalmente, da forma mais acertada, gerando assim maior satisfação com a aquisição de um produto ou contratação de um serviço.

Não se pode pensar em crescer as Vendas sem um norte a ser seguido, sem as possibilidades e oportunidades que o mercado oferece e poderá oferecer no futuro e é exatamente isso que o Marketing indica: a direção, as tendências de consumo, as percepções do atual e do futuro cliente.

E qual a maneira mais rápida de criar uma percepção melhor da Empresa?

Sem qualquer sombra de dúvida, a utilização das Redes Sociais e da Internet pode ser um economizador de tempo e de investimento para que sua Empresa se destaque no mercado que atua:

  • Você consegue chegar mais rápido até o seu potencial cliente
  • Ele consegue saber muito mais sobre o seu negócio
  • Amplia o poder de decidir pela sua Empresa ou não com informações e avaliações de outros compradores
  • Permite a criação de relacionamento prévio, além de mapear as suas maiores necessidades
  • Potencializa a Percepção de Valor da sua Empresa

Promover ações de divulgação, de pesquisa pelas preferências do consumidor e a criação de relacionamento para “esquentar a venda”, como comumente dizemos, é essencial nesta criação da Percepção de Valor da sua Empresa.

E não esquecer que o investimento em Ações de Marketing é o que resultará nesta construção e que este investimento (financeiro) pode ser muito inferior ao que imagina.

COMO VOCÊ SE RELACIONA COM AS PESSOAS NA SUA EMPRESA?

COMO VOCÊ SE RELACIONA COM AS PESSOAS NA SUA EMPRESA?

Um grande desafio para qualquer empresário é criar uma rotina de relacionamento com clientes, seguidores das redes sociais, fornecedores, prestadores de serviço e colaboradores.

Sabemos que o tempo parece cada vez mais escasso, face à inúmera quantidade de atribuições diárias, tanto no campo profissional, quanto no campo pessoal e cuidar de tudo isso, resolvendo por muitas vezes vários problemas simultaneamente é uma tarefa no mínimo Hercúlea.

Amparado nisso preparamos alguma dicas para auxiliar no relacionamento com cada um dos perfis que comentamos acima, então vamos lá!

Clientes:

Que os clientes são a razão de existir de toda empresa é dispensável comentar, mas é necessário comentar se está dando a devida atenção que os seus clientes merecem, face à importância que eles possuem para a sua empresa. Uma ideia é criar uma rotina de visitação dos mesmos, caso eles normalmente não venham até a sua empresa; se possui um estabelecimento em um ponto comercial frequentado por eles, esteja em alguns momentos do dia junto aos mesmos, observando sua equipe de atendimento, fazendo perguntas aos que visitam, tirando dúvidas, mostrando que está presente e preocupado em ajudar os clientes na tomada de decisões pelos seus produtos ou serviços. Nada melhor do que o dono da empresa participar disso.

O cliente precisa perceber que a empresa se importa com ele, isso facilita a criação de confiança e a opção pela sua empresa ou por outra.

Redes Sociais:

Mais do que apenas atrair novos potenciais clientes, é importantíssimo manter os clientes atuais, pois o seu caminho para novas vendas ou novas contratações de serviços está mais fácil e principalmente, custa menos. Relacionar-se então com estas pessoas é de importância inquestionável e as redes sociais cumprem muito bem este papel, com uma comunicação em massa.

Tome apenas o cuidado ao se relacionar com seus clientes, de criar uma comunicação que seja relevante, que agregue valor à sua marca ou empresa, que acrescente algo de importante para eles, que os auxilie em alguma dúvida que possa existir sobre os seus produtos / serviços.

Veja também: Instagram, conheça o poder desta rede social

Fornecedores e Prestadores de Serviços:

Um dos grandes pilares de qualquer empresa é o bom relacionamento com seus fornecedores e os prestadores de serviço; bastante comum em muitas empresas é um relacionamento conturbado e desrespeitoso à estes profissionais, pois muitos empresários ainda tem sua conduta baseada na condição de estar comprando ou contratando as empresas que estes trabalham e por isso entendem que quem paga tem direitos ilimitados sobre os fornecedores. Não caia neste comportamento do século XIX, já vimos inúmeras empresas decretaram o seu fim porque ficaram sem fornecedores/prestadores de serviços por conta destas práticas.

Um outro ponto é que fornecedores e prestadores de serviços pode se tornar também consumidores daquilo que vende, podem se tornar seus fans e divulgarem com prazer sua marca, retroalimentando este ciclo. O contrário também é verdadeiro, fornecedores desrespeitados podem ser nocivos, assim como clientes também.

Colaboradores:

Uma outra grande razão de existir de qualquer empresa deve ser a oportunidade de geração de renda para ela mesma, para os sócios e para os colaboradores, através dos postos de trabalho gerados. Então nada melhor do que um relacionamento de alto nível com seus colaboradores, pois são eles que literalmente conduzirão sua empresa para o sucesso ou para o fracasso.

Uma dica de ouro é que para tê-los sempre ao seu lado basta apenas cumprir rigorosamente aquilo que foi previamente combinado, incluindo aí pontualidade nos pagamentos de salários, tratativa adequada, ambiente de trabalho sadio e clareza nas ações. Parece óbvio, mas acredite, não é. Constate você mesmo, caro leitor (a) como são ou estão os colaboradores de muitas empresas que você conhece.

Para finalizar, a velha e boa prática do bom relacionamento com a vizinhança se aplica aqui, afinal de contas, todos estes citados fazem parte do nosso convívio diário, então por que não tê-los cada vez mais ao seu lado?

Quer desenvolver um relacionamento consistente, duradouro e que transforme seguidores em clientes? Entre em contato (11) 95655-8983

LIDANDO COM SEUS CONCORRENTES

LIDANDO COM SEUS CONCORRENTES

Se olharmos para trás, notaremos que há algumas décadas, poucas empresas sofriam com a concorrência; e vamos um pouco mais longe, isso quando existia concorrência. Com o passar do tempo este cenário foi se modificando, mais empresas foram abertas, surgiram novos ramos de atividade comercial, mais pessoas se tornaram empreendedores e naturalmente a concorrência foi aumentando entre empresas do mesmo segmento.

Mas o que muitos empresários por muitas vezes deixam de observar é que a quantidade de clientes também aumentou; e esse aumento ocorreu tanto por classe social quanto por faixa etária: hoje crianças e jovens também são grandes consumidores e quando não compram diretamente, tem um poder de influência enorme naquilo que os pais consomem.

E você, empresário, empreendedor, autônomo, profissional liberal, enfim, você que depende diretamente do consumo para o seu faturamento, sofre diariamente com a concorrência, principalmente se o seu concorrente adota o que costumamos chamar de “política comercial predatória”, onde sacrifica margens, lucratividade, qualidade de atendimento e muitas vezes a própria qualidade do produto, na ânsia de apenas vender, e se esquece do objetivo número 1 de qualquer empresa: resolver o problemas do cliente

Este tipo de empresário, normalmente cresceu e continua trabalhando com uma mentalidade de ESCASSEZ, uma vez que o cliente ou é dele ou não é de mais ninguém. Para isso o mesmo não mede esforços para conquistar o cliente, mas esforços que jogam contra a sua própria empresa, como falei, sacrificando tudo o que pode – lucro, qualidade – em busca de “não deixar” que o cliente vá para outra empresa.

Veja também: “Como o Facebook pode ser seu grande aliado em negócios”

E como combater isso? Existe uma maneira muito interessante, que é adotar uma mentalidade de ABUNDÂNCIA, onde o empresário (empreendedor, autônomo, profissional liberal) entende que TODOS podem prosperar, trabalhando apenas 3 qualidades valiosíssimas para qualquer empresa, seja ela um carrinho de pipocas ou uma loja de departamentos:

1ª Qualidade: Foco no problema do cliente. Muitos se esquecem disso, mas você está lá para resolver um problema que o cliente tem, desde saciar a fome (ramo alimentício), quanto comprar uma camisa nova para uma festa (vestuário) ou trocar a bateria do celular (assistência técnica)

2ª Qualidade: Compromisso com a sua imagem. Outro ponto negligenciado pro muitos é quanto a ter uma boa imagem ou reputação no mercado. Fundamental para a manutenção do seu negócio e principalmente, para não dar espaço para a concorrência crescer.

3ª Qualidade: Interesse genuíno pelo cliente. Todos querem a concretização do negócio, mas se ocupar apenas disso é o que não lhe traz uma mentalidade de abundância; ocupe-se em atender o cliente dentro daquilo que ele precisa, pois o fechamento do negócio e o dinheiro que virá com isso são apenas consequências e naturalmente acontecerão.

Adotar esta mentalidade, além de proporcionar mais foco no seu negócio, fará que os clientes satisfeitos sejam os seus maiores vendedores.

Uma outra grande ferramenta, são as Redes Sociais – faça bom uso delas, diferencie-se dos demais e certamente você não enxergará o seu concorrente da forma que enxerga hoje, mas sim como mais uma empresa que atua também no mercado!

COMO O MARKETING DIGITAL PODE TRAZER VENDAS PARA O SEU NEGÓCIO?

COMO O MARKETING DIGITAL PODE TRAZER VENDAS PARA O SEU NEGÓCIO?

Nunca se falou tanto do Marketing Digital como atualmente, mas você sabe exatamente do que ele consiste e para que serve?

Entende-se por Marketing Digital o conjunto de estratégias para se promover uma marca, empresa ou produto na internet.

E hoje em dia a internet se faz cada vez mais presente em nossa vida, desde o momento em que precisa descobrir um número de telefone de uma pizzaria até quando quer encontrar uma solução para algum tipo de problema.

E com o uso cada vez mais intenso dos smartphones – além da quantidade de recursos incorporados neles – esta tarefa de buscas na internet torna-se cada vez mais fácil, rápida e acredite, prazerosa. Sim, porque entre você pesquisar e encontrar aquilo que necessita, naturalmente já deu uma olhada nas redes sociais, abriu um e-mail que acabou de chegar e olhou alguma notificação que algum aplicativo enviou ao seu smartphone.

E é exatamente aí que o Marketing Digital se torna importante. Estima-se que em 2016-2017, das 16.000.000 de empresas no Brasil, pouco mais de 10.000 se utilizam do Marketing Digital para a promoção de seus negócios. Aqui não estamos falando de presença em redes sociais e nem de um site institucional; estamos falando de estratégias de promoção de produtos e serviços pela internet, seja utilizando as redes sociais, E-mail Marketing e Newsletter ou autobots de relacionamento com seus clientes.

Veja também: Como o Facebook pode ser seu grande aliado em negócios

E devido a esta pequena quantidade ainda que se utiliza das ferramentas digitais é que vamos falar mais sobre isso e mostrar o quanto o Marketing Digital pode impulsionar o seu negócio, aumentando a sua visibilidade, o reconhecimento dos clientes e não-clientes e principalmente, como aumentar suas VENDAS.

A seguir, mostraremos os 5 principais motivos que mostram a importância do Marketing Digital para o seu negócio:

1º – Estar presente na Internet

Quando você tem algum problema, tem alguma dúvida ou quer aprender algo rapidamente, a quem você recorre? Ao Google, logicamente. Mas sabe exatamente por que? O Google é o maior buscador on-line hoje e graças a presença de muitas empresas na internet, nas redes sociais ou na mídia tradicional (que também tem os seus canais na internet) é que você encontra as resposta para aquilo que precisa.

Agora, imagina que a sua empresa oferta serviços de qualquer natureza e muitas pessoas precisam deste serviço, mas você não está presente na internet, já pensou quanto pode estar deixando de ganhar. Em tempos de crise, esta frase dá arrepios em muitos empresários.

Mas ter apenas um site não lhe garantirá os clientes que tanto deseja, muito menos aparecer nas buscas do Google.

Veja também: Porque sua empresa precisa de um site

2º – Comunicação e interação com seus clientes

Como se comunica com seus clientes e com os potenciais clientes? Conhece os seus hábitos de consumo, suas necessidades, seus comportamentos?

Pois é, um dos grandes benefícios que o Marketing Digital nos traz é entender estas questões acima, oferecer soluções para elas e o melhor, criar um relacionamento que pode transformar pessoas que jamais saberiam o que você faz em seus clientes.

E isso se dá através de relacionamentos via e-mails coletados em seu site ou fanpage do Facebook, assinantes da sua Newsletter ou das interações que o seu Bot Messenger fará com as pessoas que entraram em contato.

Utilize o Bot Messenger como o seu vendedor 24 horas

E claro, toda comunicação só é eficaz se atingir as pessoas certas na hora certa. As ferramentas de automação atuais permitem uma infinidade de recursos, desde enviar mensagens de e-mail para pessoas com perfis e comportamentos diferentes, nos dias e horários que achar conveniente, até responder as principais dúvidas dos clientes sobre os seus produtos/serviços ou evitar alguns erros, como por exemplo que seja enviada uma promoção de um determinado produto para um cliente que recentemente já comprou aquele produto

3º – Estar à frente dos seus concorrentes

Como citamos, uma parte muito pequena (menos de 1% das empresas) se utiliza do Marketing Digital para alavancar seus negócios. E muito provavelmente o seu concorrente não se utiliza destes recursos ou se utiliza, pode estar alguns passos à sua frente e naturalmente se relacionando com mais pessoas, aumentando as chances de transformar estas pessoas em clientes.

Imagine a seguinte situação: você está procurando por um produto ou serviço e que ninguém da sua rede de relacionamentos pode lhe dar alguma referência sobre isto.

Por qual empresa você optaria: por aquela que tem informações no seu website sobre o problema que você está procurando soluções, que tem recomendações na fanpage no Facebook, que tem uma infinidade de informações gratuitas no canal do Youtube ou naquela que tem apenas algumas postagens no Facebook do dono da empresa? É claro que a sua opção é pela primeira empresa.

E se a primeira empresa (a que tem uma grande quantidade de informações disponível e facilmente localizável) fosse a sua e a segunda empresa (a que tem pouca informação ou quase nada localizável) fosse a do seu concorrente, claro que aumentaria consideravelmente as chances de obter um novo cliente.

Mas o melhor disso tudo não é só obter um novo cliente, mas obter um cliente que já sabe o que quer comprar ou contratar, pois já possui informação sobre o produto ou serviço; isso minimiza a chance de devoluções, cancelamentos ou de insatisfação com a empresa. Não evita mas minimiza.

4º – Nível de investimento menor

Aqui não estamos falando de gratuidade, de investimento zero. Você que é empresário sabe muito bem disso, não existe ganho sem investimento.

Estamos falando em investimentos infinitamente menores do que os das mídias tradicionais – rádio, tv, mídia impressa, outdoors – e que podem ter um alcance muito grande e o melhor, atingindo aquele público que é o seu potencial cliente e não fazendo uma comunicação mais “genérica” por assim dizer, como é feito nas mídias tradicionais (offline) e investindo muito menos. Resumindo: público mais adequado e interessado no seu produto, custando menos.

5º Monitorar e ajustar estratégias

E um dos grandes diferenciais é justamente poder monitorar o andamento das campanhas de marketing, as reações das pessoas, o reflexo nas vendas e ajustar pontualmente promovendo resultados mais rápido e gastando menos.

Para exemplificar, imagine que mandou fazer 1.000 panfletos e contratou alguém para distribuí-los. Você não consegue saber exatamente para quantas pessoas foram entregues estes panfletos e muito menos quantas leram ou chegaram até o seu estabelecimento comercial.

Ao passo que se realizar uma campanha por e-mail, saberá exatamente qual a pessoa que abriu o e-mail, quantas pessoas clicaram em um link e quantas compraram (caso seu produto ou serviço seja digital ou tenha uma loja na internet).

E não fica só nisso: é possível monitorar quanto tempo determinada pessoa ficou navegando no seu site, como ela se comportou nas redes sociais e como ela chegou até o seu estabelecimento comercial.

Diante disso tudo, investir no Marketing Digital impacta diretamente não só nas suas vendas, mas na imagem da empresa, como ela trata os seus clientes e como agrega um imenso valor ao seu maior patrimônio: o CLIENTE.

Quer saber como utilizar o MARKETING DIGITAL a seu favor? Clique aqui e lhe falo como.

POR QUE SUA EMPRESA PRECISA TER UM SITE?

POR QUE SUA EMPRESA PRECISA TER UM SITE?

Há algum tempo atrás, possuir um website era além de um recurso caro, privilégio de grandes empresas. Passaram se alguns anos, houve uma popularização desta ferramenta, muitas empresas de pequeno e médio porte enxergaram a importância disso – até pessoas físicas podem ter seu site – e mais recentemente, com a popularização das redes sociais, muitos empresários abandonaram a ideia de ter o site da sua empresa.

Agora, gostaria de convidar a uma reflexão: Você conhece alguma empresa de sucesso, que só concentra os seus esforços nas Redes Sociais? Que não possui o seu próprio website? Creio que não.

Independente do porte e da atividade da empresa, possuir o seu website é a presença mínima que ele precisa ter na internet. De nada adianta se algum cliente quiser localizá-lo para verificar sobre um produto ou serviço, se não tiver o seu site. O Facebook e o Instagram são excelentes mídias sociais, para anúncios, para construção de relacionamentos com os clientes, etc, mas nem sempre são bons localizadores de empresas, quem dirá de produtos ou serviços.

Uma outra situação, nos dias de hoje é que se sua empresa não está na internet, certamente o seu concorrente estará por lá, se instalando e dizendo para todos o que vende ou com o que trabalha.

Com isso vamos listar as 6 principais vantagens de ter o seu próprio site e se ainda sua empresa não tem um, está na hora de repensar sua estratégia digital:

1- Ser facilmente encontrado

Não adianta nada ofertar o melhor produto, ter a melhor equipe de atendimento e possuir o melhor preço de um determinado produto ou serviço se ninguém fica sabendo disso. Muitos dirão “mas eu já tenho página no Facebook”. Ótimo, esse é um excelente caminho para ter a sua presença digital, mas como citamos, para algumas situações – como por exemplo a busca – não é o melhor.

Onde as pessoas procuram por algo na internet? No Google. E para ser mais facilmente encontrada lá, sua empresa precisa de um site.

2- Ampliar sua visibilidade e autoridade no mercado.

Imagine a seguinte situação: 2 empresas concorrentes entre si possuem produtos muito similares, com pequenas diferenças e que expõe os seus produtos na internet; só que uma delas não tem site, só uma página ou perfil no Facebook. Qual destas empresas lhe traz mais segurança? A que tem um site com domínio próprio ou aquela que tem apenas informações no Facebook?

 

Saiba mais: Como o Facebook pode ser o seu grande aliado

 

3- Integrar-se com as Redes Sociais

Você estará se perguntando: “eu já tenho a minha fanpage no Facebook, porque eu tenho que ter também um site?”

Simples: Se você tem uma loja fisicamente instalada, na rua, ou em um shopping, você deve ter uma vitrine, correto? A fanpage do Facebook ou o perfil no Instagram funcionam como suas vitrines. Quando alguém vê a vitrine da sua loja e se interessa por algum produto, quem ele procura? O vendedor, que é quem dará as informações sobre o produto, tirará as dúvidas do consumidor e também se encarregará de vender o produto. O site tem a mesma função, de esclarecer as dúvidas que o consumidor venha a ter caso veja algum item nas suas redes sociais e se você tiver também uma loja neste site, o consumidor poderá até fazer a compra por lá mesmo.

Na internet quem faz o papel de vitrine são as Redes Sociais e o papel de loja é o Website.

4- Crescimento do seu negócio

Quais são os seus objetivos de expansão de seu negócio, da sua marca e de seu faturamento?

Para que isso aconteça, necessariamente precisará de mais clientes e muitas vezes poderá buscar estes clientes em locais diferentes de onde está estabelecido. Um exemplo disso são as lojas virtuais e o grande sucesso que elas fazem hoje em dia.

Uma outra função do site, além de permitir que o seu negócio seja visualizado por qualquer pessoa com acesso à internet, é o fato de poder coletar leads (pessoas que se interessaram por seu produto/serviço, potenciais clientes)  e criar um relacionamento com estes leads e que em algum momento poderão se tornar seus clientes, através de uma Newsletter

 

Veja também: Newsletter ou E-mail Marketing?

 

Uma outra função atrelada ao crescimento do seu negócio é a possibilidade de quanto mais visibilidade o seu site tiver, maiores as chances de mais pessoas se interessarem pelos seus produtos e consequentemente, mais faturamento. Você não deve ter visto nenhuma empresa ou marca de sucesso sem site.

5- Vender, Vender, Vender

Sim, uma das vantagens de se ter um site é esta: VENDER

Se o seu produto ou serviço tem uma característica mais consultiva, ou seja, um vendedor auxilia os clientes no processo de compra, um site é uma excelente ferramenta para tirar dúvidas previamente ou na hora do atendimento com o cliente.

Se o seu produto pode ser adquirido pelo próprio cliente (tipo self-service) a possibilidade de uma loja virtual é uma excelente opção para ganhar escala em vendas e naturalmente crescer – e muito – o seu faturamento.

Ou ainda a combinação das duas situações, onde este é o melhor cenário de todos.  

6- Mensurar dados, resultados e comportamento dos clientes.

Sabe quanto custa ter estas informações em uma loja física? Custa caro, pois envolve pesquisa, envolve mão de obra disponível – e que no Brasil infelizmente é um componente caro no seu negócio- e envolve a análise e tabulação de dados.

Em um site você consegue instalar aplicativos que podem mensurar, por exemplo, quais os produtos que as pessoas mais se interessaram, ou quanto tempo ficaram observando o produto A e não o produto B. Com isso, consegue melhorar a sua curva de compra junto aos seus fornecedores e pode negociar melhor novos pedidos.

Você pode também saber qual o perfil dos seus clientes e dos não-clientes, como por exemplo sexo, idade, localização geográfica e com isso melhorar o leque de opções que oferecerá a eles.

Finalizando, listamos apenas algumas das inúmeras vantagens de possuir o seu próprio website, e que sem dúvida alguma, o investimento nisso trará resultados surpreendentes para o seu negócio.

Quer saber mais como construir o seu site? Clique aqui que nós teremos imenso prazer em lhe ajudar.

INSTAGRAM: CONHEÇA O PODER DESTA REDE SOCIAL

INSTAGRAM: CONHEÇA O PODER DESTA REDE SOCIAL

Depois do grande sucesso do Instagram Stories e das possibilidades de publicidade vinculadas a esta rede social, sem sombra de dúvidas você não pode ficar de fora desta excepcional canal de comunicação com seus seguidores e potenciais clientes.

Com taxas de interação quase 10 vezes superior ao Facebook – dependendo do tipo de negócio que você possui – hoje seguidores que podem se transformar em clientes é uma grande realidade, e o melhor, clientes fiéis ao seu produto ou serviço.

Mas é importante que o seu negócio siga alguns passos muito simples para poder usufruir dos benefícios da rede social que mais cresce no Brasil e que conta com mais de 50 milhões de usuários, atrás apenas do Facebook com quase 130 milhões de usuários no Brasil.

Assim, vamos listar algumas dicas para que tenha uma abrangência interessante tanto na seu bairro/cidade quando a nível nacional.

PERFIL COMERCIAL:

Transforme ou crie uma conta com perfil profissional, pois assim conseguirá alguma funcionalidades disponíveis apenas para esta modalidade

POSTAGENS:

O Instagram é uma rede visual, com grande apelo para imagens e vídeos. Aproveite esta característica e faça postagens com imagens de qualidade, use e abuse dos filtros e sempre com conteúdos que tenham relação com seu produto ou serviço.

DEFINIÇÃO DE METAS:

Definir metas e objetivos é importante pois conseguirá focar esforços no tipo de publicação mais adequada ao que foi estabelecido. Você  pode por exemplo ter os seguintes objetivos:

  • Aumentar suas vendas
  • Atrair leads
  • Enviar para um website
  • Ampliar a presença da marca
  • Relacionar-se com os clientes

Veja também: Como o Facebook pode ser seu grande aliado

CONTEÚDOS:

Lembre-se que o Instagram tem um grande apelo visual, utilize-se de legendas curtas e objetivas, pois o grande destaque será sempre a imagem, é ela que tem a função de passar a mensagem que quer transmitir. Crie assim uma estratégia de conteúdos que os seus seguidores gostariam de receber, permitindo assim maior engajamento com suas publicações.

ESTRATÉGIAS DE CONTEÚDO:

Nada terá resultados sem esta estratégia, portanto fique atento a alguns pontos:

  • Frequência e os horários das publicações – regularidade e pontualidade nas publicações são fundamentais para o perfeito engajamento da sua audiência. Excesso de publicações é totalmente indesejável
  • Diversidade de temas, mas sempre dentro da proposta dos seus produtos e serviços auxilia os seguidores a entender melhor com o que trabalha.
  • Identidade visual, mantendo uma mesma linha, para que assim fique mais fácil a identificação da sua marca pelos seguidores

HASHTAGS:

Atraia com isso seguidores com interesses em comum. Não é desejável muitas hashtags nas suas publicações, mas pelo menos tenha uma por postagem. Uma dica importante é pesquisar pelas hashtags mais populares e checar qual delas o seu produto ou serviço tem relação; crie também uma para a sua marca.

UTILIZE AS LEGENDAS:

Utilizar legendas com apelos interessantes, onde você levará os seguidores a:

  • Responder perguntas e comentar
  • Incentivar os seguidores a marcar os amigos nos comentários
  • Marcar localização, aumenta suas chances, se tem um negócio local, de mais pessoas visitarem o seu estabelecimento comercial.

STORIES:

A possibilidade de se fazer vídeos na forma de lives aumenta significativamente o engajamento dos seguidores, mostrando como é sua empresa, os produtos que vende ou os serviços que presta, seus colaboradores, entre outras coisas; consegue desta forma imprimir um caráter mais humano ao seu negócio, potencializando a identificação dos seguidores.

E como é uma plataforma muito dinâmica, sempre são incluídas novos recursos para lhe permitir crescer cada vez mais e de maneira consistente.

Criar esta relação amigável com seus seguidores é uma das grandes vantagens do Instagram, então utilize-se destas funcionalidades e cresça o seu negócio na medida que seus seguidores se tornam seus clientes.

Quer saber mais como utilizar o Instagram como ferramenta de crescimento para o seu negócio? Clique aqui para saber mais

WhatsApp FALE AGORA COM UM CONSULTOR